ALICE CASAGRANDE e OLIVER SCHLAUDT
15 de novembro  17:00 - 17:45

A cólera de Aquiles. Por que falar de “uma guerra contra o coronavírus” desfigura o cuidado?
Alice Casagrande

O que significa o recurso à figura de estilo da guerra, que certamente foi desenvolvida com fins políticos, mas cuja popularidade aponta, sem dúvida, para as dimensões mais profundas das nossas representações coletivas? Ela salienta a dificuldade que temos em imaginar que as pessoas também se mobilizam por altruismo e por coragem. Essa mobilização, individual e coletiva, ocorre quando os povos espontaneamente mostram, mutuamente, sinais de solidariedade em tempos de adversidade.

Invisibilidade do cuidado
Oliver Schlaudt

Com esta invisibilidade do cuidado  analisada por Alice Casagrande, falamos quase de uma característica universal do trabalho de cuidado, que se aplica não apenas à nossa sociedade atual, mas a vários períodos históricos e talvez a muitas sociedades. O mesmo vale para o contraste entre cuidado  e guerra, que Alice Casagrande acertadamente aponta, mas que não é característico da nossa época. Motivo pelo qual, me parece importante lembrar o contexto político exato da crise do Corona. E é aqui que as nossas duas análises se aproximam. O neoliberalismo é uma doutrina social que nega os fundamentos elementares da sociedade. Na crise do Corona e no discurso desadequado sobre a guerra, é precisamente essa contradição que se torna evidente.